• Cris

Qual a diferença entre NF-e e NFC-e?

Atualizado: 31 de jan.


Nós já explicamos o que é e para que serve a Nota Fiscal aqui no Blog da AKS Sistemas. E hoje, iremos tirar uma das dúvidas mais comuns entre empreendedores, sejam novos ou antigos. Qual a diferença entre a NF-e e a NFC-e?


Antes de falar sobre as diferenças, vamos falar sobre a similaridade (além das siglas parecidas) dos dois tipos de notas.


A NF-e e a NFC-e são documentos fiscais eletrônicos, transmitidos pelo estabelecimento comercial para a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), via internet. O Estabelecimento comercial deve ter um certificado digital, que garante a autenticidade da emissão do documento.


Para ambas as notas existe a regra de contingência. Em ambos os modelos de notas também é possível emitir um documento auxiliar chamado DANFE (para a NF-e) e DANFE-NFC-e (para a NFC-e). Esta é uma representação gráfica simplificada do documento fiscal, impresso em papel comum, que não substitui a nota fiscal, mas serve para acompanhar o trânsito da mercadoria.


Agora que vimos as similaridades, vamos às diferenças:


O que é a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)?


A NF-e é destinada a registrar as vendas de produtos físicos. Isso significa que não podem ser utilizadas para registrar serviços ou produtos digitais.


Isso não quer dizer que não quer dizer que produtos vendidos pela internet não se enquadrem nesta categoria. Os produtos físicos podem ser vendidos pela internet, assim como em lojas físicas. A nota está relacionada ao tipo de produto, e não ao meio em que ele é vendido.

Para emitir uma NF-e é necessário realizar um cadastro na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) ou Finanças. Este órgão é responsável pelo recolhimento dos impostos estaduais (ICMS) ou federais (IPI).


A NF-e atende diversos tipos de operações, desde compra e venda, até as devoluções e transferências de mercadorias, exportações, etc. Ela substituiu as antigas notas fiscais impressas modelo 1 e 1A.


O que é a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e)?


Este documento é destinado a registrar as transações comerciais realizadas entre uma empresa e o consumidor final.


Geralmente, quando realizamos uma compra em um estabelecimento comercial, recebemos a DANFE-NFC-e (Documento Auxiliar da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica). Este é um comprovante que representa, de forma resumida, as informações que estão inseridas na NFC-e.


Além disso, a DANFE apresenta a chave de acesso e o QR Code para que o consumidor consiga acessar a nota fiscal posteriormente.


Para a impressão da DANFE, não é necessário utilizar uma impressora fiscal (ECF). Ela pode ser feita em uma impressora comum térmica ou a laser.


Como Emitir a NF-e e a NFC-e?


Para emitir ambas as notas, é necessário um software emissor (Emissor de Notas Fiscais), como o AKS Notas, que pode ser totalmente integrado ao sistema de gerenciamento do seu estabelecimento. A transmissão é feita de forma instantânea pela internet, e no caso de problemas, pode ser feita em modo de contingência.


Além disso, o AKS NOTAS oferece integração com a contabilidade e não exige plano de fidelidade nem taxa de instalação.




Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe o blog e aproveite para conhecer as soluções fiscais para negócios oferecidas pela AKS Sistemas.

11 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo